CCBL
English
Foto Destaque

UMA PERFORMANCE SOBRE O AMOR LIBANÊS

Na sexta-feira, 12 de junho, os paulistanos poderão comemorar o Dia dos Namorados ouvindo histórias sobre o amor. Sobre o amor do Líbano, o amor da Europa, o amor da África, o amor de várias partes do mundo. Um espetáculo protagonizado pela atriz franco-libanesa Chantal Mailhac tem como proposta abordar o tema, com contação de histórias, canto, música e gastronomia. O norte da performance é uma história de amor tradicional libanesa, na qual três irmãos disputam a mão da bela Warda, vivida por Mailhac.
 
O salão do Espaço Tempo, no bairro Tucuruvi, terá cortinas, colchonetes e almofadas pelo chão, formando um ambiente tipicamente árabe. Ali a artista libanesa contará histórias sobre o amor, coletadas em várias partes do mundo por onde ela passou. Nem todo o amor narrado por Mailhac será da relação tradicional homem-mulher. Ela também falará, por exemplo, simplesmente da força do amor no espetáculo "Warda ou o amor aos mil perfumes". 
 
Chantal Mailhac nasceu e cresceu no Líbano. Além de ter passado um período na França, terra de origem do seu avô paterno, assim que se viu independente, aos 18 anos, ela ganhou o mundo. Morou em países como Inglaterra, México, Canadá. Vive há três anos no Brasil. As três histórias do mundo que estão no espetáculo vieram dessa trajetória. “Foram coletadas durante minha viagem, contadas por pessoas com as quais me emocionei, parecia que elas (histórias) queriam que eu as levasse para o mundo”, afirmou a artista para a ANBA.
 
Do Líbano, além do enredo que norteia o espetáculo, ela traz duas histórias contemporâneas de pessoas que viveram a guerra civil libanesa, de 1975. A escolha por uma narração africana ela justifica pelo amor que tem pelo continente e porque acredita que os artistas têm uma missão para com a região. Sobre a Europa, outro continente do qual ela traz uma história, Mailhac ser refere com muito carinho em função das suas origens.
 
A artista cantará em espanhol e em árabe músicas que a tocaram durante a aventura mundo afora. Ela também usará onomatopeia para cantar, com sílabas soltas e não palavras tradicionais. Mailhac será acompanhada por um percussionista, Yurê Kuhlmann, que também fará efeitos sonoros dos mais inusitados. Outro músico, Alexandre Ribeiro, tocará teorba, instrumento de corda do século 16, que surgiu na Itália em 1.500 tendo como origem a passagem do alaúde, instrumento árabe, pelo país europeu. A teorba acompanhará as narrativas.
 
As histórias terão cortes, em alguns momentos, para comer. Nesta hora o público será servido com bebidas como chá e alimentos como castanhas. Mailhac conta que se inspirou na história das Mil e Uma noites, na qual Sherazade suspendia suas narrações para que o rei pudesse cuidar das suas atividades diurnas. Como o enredo da perfomance termina com uma boda e como será Dia dos Namorados, o espetáculo será encerrado com um jantar tipicamente árabe.
 
Mailhac nasceu em Saida, no Sul do Líbano. Seu avô paterno era francês e atuou como general no mandato francês no Líbano durante o século 20. Neste período, ele conheceu a esposa, uma libanesa. O pai da artista nasceu desta relação, já na França. Mas ele também foi morar no Líbano mais adiante e se casou com a mãe de Mailhac. Desde pequena, a artista esteve envolvida com arte. Estudou canto lírico, interpretação e mímica no seu país e no exterior. Mais tarde se deparou com a contação de histórias e passou a se dedicar principalmente à atividade.
 
Serviço:
Performance 'Warda ou o amor aos mil perfumes'
Dia 12 de junho, sexta-feira, às 20h30
Local: Espaço Tempo, Rua Caranguejo, 106 – Tucuruvi – São Paulo – SP
Ingressos: Até 5 de junho: R$ 140 (casal) R$ 75 (individual). A partir de 6 de junho: R$ 150 (casal) R$ 80 (individual) – Vagas limitadas – Ingressos devem ser adquiridos antecipadamente.
Informações e ingressos: espacotemposp@gmail.com